Uma direcção. As horas a passar. O nascer-do-sol. Uma árvore frondosa. Um sorriso espontâneo. Uma janela aberta para ver o mundo girar.
Não só ver. Participar. Contribuir. Girar com ele. Porque o mundo não pára e a vida também não.

A direction. The sunrise over the ocean. A leafy tree. A spontaneous smile. An open window to see the world turning. Not just see.
To participate. To contribute. To turn in the same direction. Because the world keeps turning and so does life.

quinta-feira, 5 de julho de 2012

Ritorno (regresso)

Como posso descrever o regresso a um local que me deu tanto? Como expressar o que senti quando revi pessoas que foram a minha família durante 3 anos depois de meses de separação? Talvez com a mesma naturalidade com que me orientei na vila como se lá tivesse crescido, ou com o à-vontade do abraço partilhado e a fluidez da conversa, contando o que nos tem feito vibrar nos últimos tempos. Foi assim a minha última semana, entre passeios à beira-lago a comer um gelatto delicioso e pizzas a ver jogos de futebol do Europeu. E foi bom, tão bom! Voltar a um sítio que se conhece bem, às cores e aos sabores que o caracterizam e, ao mesmo tempo, sentir que o tempo não parou ali. Um local, como as pessoas, segue em frente mesmo sem nós.

Sem comentários:

Enviar um comentário