Uma direcção. As horas a passar. O nascer-do-sol. Uma árvore frondosa. Um sorriso espontâneo. Uma janela aberta para ver o mundo girar.
Não só ver. Participar. Contribuir. Girar com ele. Porque o mundo não pára e a vida também não.

A direction. The sunrise over the ocean. A leafy tree. A spontaneous smile. An open window to see the world turning. Not just see.
To participate. To contribute. To turn in the same direction. Because the world keeps turning and so does life.

domingo, 26 de abril de 2009

Il lago di Varese

O lago de Varese é um dos vários lagos que existem aqui perto. O lago Maggiore, o segundo maior da Itália (depois do lago di Garda), o lago de Monate, já aqui ao lado, onde dizem que se tomam uns óptimos banhos no Verão (é mais pequeno, menos frio e mais limpo), o lago de Comabbio, também aqui pertinho, o lago Como, a 50 km de distância e o lago de Varese, a cerca de 10 km daqui.
Aproveitando um dia de sol revigorante depois de quase uma semana de chuva, pegámos nas bicicletas e fomos percorrer a ciclovia em torno do lago de Varese, uma pista de 27 km que atravessa aldeias, praias (Lido) e montes (pequeninos), por paisagens variadas e deslumbrantes.

5 horas depois, no regresso a casa, voltámos com 43 quilómetros de estrada e trilho (são 8 km desde Ispra até à ciclovia), um bronze facial à maneira e aquela satisfação de ter mais uma estrada percorrida.


1 comentário: