Uma direcção. As horas a passar. O nascer-do-sol. Uma árvore frondosa. Um sorriso espontâneo. Uma janela aberta para ver o mundo girar.
Não só ver. Participar. Contribuir. Girar com ele. Porque o mundo não pára e a vida também não.

A direction. The sunrise over the ocean. A leafy tree. A spontaneous smile. An open window to see the world turning. Not just see.
To participate. To contribute. To turn in the same direction. Because the world keeps turning and so does life.

quarta-feira, 17 de fevereiro de 2010

Carnavale di Venezia

O Carnaval de Veneza é mundialmente famoso e este ano, aproveitando o facto de estar a apenas 3 horas de distância, decidi ir espreitar. Não posso dizer que é uma festa grandiosa com muito ritmo e música como conhecemos do Brasil, nem tão-pouco tem o calor (no sentido literal do termo) de um país tropical, mas tem os seus encantos únicos: a aura de mistério e o ambiente medieval da cidade; as máscaras de todas as cores e feitios que se vendem às toneladas em quase todas as lojas do centro da cidade (e são muitas lojas) e o encontro imediato com amantes do Carnaval que se vestem a rigor e passam o tempo a posar para as fotos. Ora vejam só estas beldades!

2 comentários:

  1. Olá Índia!
    Já imaginava que ias ver o Carnaval de Veneza!
    De facto, é um Carnaval muito bonito, com uma tradição ligada à nobreza,ao contrário dos outros,de cariz popular, bem mais frenéticos e barulhentos!

    Um beijo

    ResponderEliminar
  2. Apesar de não ter a loucura e adrenalina dos carnavais tropicais, acho que este tem muito mais charme.

    ResponderEliminar