Uma direcção. As horas a passar. O nascer-do-sol. Uma árvore frondosa. Um sorriso espontâneo. Uma janela aberta para ver o mundo girar.
Não só ver. Participar. Contribuir. Girar com ele. Porque o mundo não pára e a vida também não.

A direction. The sunrise over the ocean. A leafy tree. A spontaneous smile. An open window to see the world turning. Not just see.
To participate. To contribute. To turn in the same direction. Because the world keeps turning and so does life.

terça-feira, 15 de março de 2011

Quando começa a chover em Ispra

não pára durante dias. Daquela chuva miudinha que aborrece, que não deixa nenhuma abertura para os raios de sol. Dias seguidos de céu cinzento, casaco grosso impermeável e estradas inundadas. Vendo as coisas pelo lado positivo, quando começa a chover por esta altura do ano é sinal de que a Primavera está a chegar. E pelo menos as 9h da manhã já marcam 8º em vez dos -4º de há duas semanas atrás. Não sei se este pensamento para uma portuguesa cujo organismo funciona a energia solar será assim tão positivo a longo prazo, mas dá para lidar com a escuridão destes dias.

Sem comentários:

Enviar um comentário