Uma direcção. As horas a passar. O nascer-do-sol. Uma árvore frondosa. Um sorriso espontâneo. Uma janela aberta para ver o mundo girar.
Não só ver. Participar. Contribuir. Girar com ele. Porque o mundo não pára e a vida também não.

A direction. The sunrise over the ocean. A leafy tree. A spontaneous smile. An open window to see the world turning. Not just see.
To participate. To contribute. To turn in the same direction. Because the world keeps turning and so does life.

terça-feira, 13 de setembro de 2011

Este fim-de-semana foi

Perugia


camaradagem, festa, conversas disparatadas até de madrugada... dança grega e tarantela, cantar o Malhão depois da meia-noite, o som do acordeão vindo de Portugal... os últimos a sair da festa, como de costume, depois de acabarmos o limoncello. Foi cocktails de prosecco com sumo de fruta entre conversas em 3 linguas diferentes, passeios pela cidade etrusca e a descoberta frustrante de que em Itália também há maus gelados. Noites de lua cheia passadas num Agriturismo bucólico onde os donos recebem cães abandonados. Convívios em família com vista sobre a cidade onde o Verão se prolonga, o à-vontade entre amigos e as gargalhadas genuínas de quem gosta de estar naquela companhia. Este fim-de-semana foi de visita rápida às cores da Toscânia e à terra do vinho Montepulciano, numa viagem programada para celebrar o amor sem fronteiras e onde se aprendeu também a amizade sem nacionalidade.   

Paisagem Toscana, em Montepulciano



1 comentário: