Uma direcção. As horas a passar. O nascer-do-sol. Uma árvore frondosa. Um sorriso espontâneo. Uma janela aberta para ver o mundo girar.
Não só ver. Participar. Contribuir. Girar com ele. Porque o mundo não pára e a vida também não.

A direction. The sunrise over the ocean. A leafy tree. A spontaneous smile. An open window to see the world turning. Not just see.
To participate. To contribute. To turn in the same direction. Because the world keeps turning and so does life.

quinta-feira, 22 de novembro de 2012

Diálogo intercultural

De passeio pela mata de São Domingos de Benfica, depois de alguns passantes nos cumprimentarem:
- Na Finlândia as pessoas desconhecidas em passeio não dizem "Bom dia" umas às outras.

No final de um almoço prolongado e tardio à beira da praia:
 - Na Finlândia a hora do almoço é muito mais curta e não se almoça assim às 4h da tarde.

Depois de 3 dias a dormir numa casa lisboeta sem aquecimento central:
- Agora percebo porque se queixam do frio em Portugal.

Numa passagem diurna pelo Bairro Alto, em frente a uma janela com roupa no estendal:
- Na Finlândia ninguém poria a sua roupa interior a secar na rua, à mostra de todos.


Nada melhor que uma estrangeira simpática e frontal para nos apontar os defeitos e as virtudes!
 

Sem comentários:

Enviar um comentário